Artigos

Embocadura

Respiração

Articulação

Embocadura, Lábios e Dentes

Dos Dentes Para a Música

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Dos Dentes Para a Música
© Dr Alexandre de Alcântara - Cirurgião-dentista
alealc2@terra.com.br

Qualquer instrumentista de sopro poderia afirmar que a arcada dentária exerce um papel secundário em relação ao som emitido pela campana de seu instrumento; e em muitos casos eu afirmo que ele tem razão. Então porque falarmos de dentes?

Porque secundário ou não, o fato é que eles têm um papel que influencia em vários requisitos importantes para um bom desempenho do músico: como articulação, emissão, flexibilidade e outros.

Imagine você, que durante anos desenvolveu uma embocadura ideal, estudou, praticou e emitiu suas notas com desenvoltura; sofresse uma queda num degrau de uma escada, numa calçada esburacada e por infelicidade quebrasse os seus incisivos centrais superiores (os famosos dentes da frente). O que aconteceria então?

Com toda certeza, você procuraria o dentista imediatamente, a fim de que ele reparasse o dano. Será que então você diria que eles têm um papel secundário? Não. Por que nesse momento eles se tornariam prioritários. Sem eles, não existirão nem graves e nem agudos perfeitos; sem seus dentes a embocadura pode ser perdida ou profundamente alterada, e outros problemas com certeza passarão por sua cabeça.

A função deste artigo é apenas lembrar ao instrumentista de sopro que a manutenção de seus dentes, e não estou apenas me referindo a higiene bucal, é parte integrante do seu dia a dia musical; e que, portanto não deve ser negligenciada.

Existem outros tópicos que poderíamos abordar neste artigo e que talvez não soassem como óbvio para você; mas em outras ocasiões eles oportunamente serão discutidos.

Procure fazer um check up semestral de seus dentes, mantenha uma adequada higiene bucal, e peça ao dentista de sua confiança que tire moldes de suas arcadas para que você os guarde em sua casa, a fim de se prevenir contra acidentes ocasionais; pois sem estes, fica muito difícil para o Cirurgião-dentista reparar o dente na forma mais anatômica possível e/ou na forma mais musicalmente funcional.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Baixe o PDF desse artigo

 
Copyright © Fernando Dissenha 2009
Site Desenvolvido pela Profissional Internet